quinta-feira, 5 de junho de 2014

Fantasma Maligno



Vai, parte, que ninguém te persegue,

Vai ao encontro dos teus fantasmas e das tuas próprias inseguranças que te fazem inventar, mentir, enganar e ainda por cima sentir ofendido pelas consequências dos teus próprios actos.

Vai, parte, que ninguém te persegue.

Ninguém manda ninguém porque a liberdade de uns acaba quando começa a dos outros, e a tua acabou quando resolves interferir naquilo que não te pertence nem compete.

Vai, parte, que ninguém te persegue.

Apenas a tua própria mente deturpada pelos teus sentimentos (terás algo que se pareça com isso?) e pensamentos negros e destrutivos que te prejudicam apenas a ti.

Vai, parte que ninguém te persegue,
recorda sobretudo que todo o mal que fizeres, a ti retornará, cedo ou tarde...

É isto e apenas isto que tenho para te dizer, espírito de mundos tenebrosos.

Parte e encontra a tua paz noutras paragens.

SLL

Sem comentários:

Publicar um comentário