terça-feira, 3 de junho de 2014

Ao Poeta



Pintam-se as vidas nas cores de um poema.
Do começo ao fim,
trabalham-se as palavras numa tela a branco...
e treme a arte perante as palavras.
O papel no qual inscreves as frases
permanece silencioso,
enquanto deslizam os dedos e a mente brinca a encontrar a cor certa
para explicar cada uma das ideias...
e assim pintas as palavras
como voam os teus olhos entre aqui e o infinito...
afinal, não se aguarda a vida toda
com as cores de todas as idades
pela tela do poema perfeito?

SLL

Sem comentários:

Publicar um comentário