quinta-feira, 5 de junho de 2014

Ama-me



Ama-me até que a palavra amor se gaste
e deixe de fazer sentido,
por conter em si todos os significados.

Deixa passar o tempo, num arco-íris de magnólias
naquela planície onde só há relva, noite e um lago.
Deixa-me pintar estrelas no teu corpo
e desenhar a lua no teu sorriso...

Beija-me,
como as gotas de orvalho beijam as pétalas na húmida manhã,
em lágrimas brilhantes
enquanto as ninfas dançam
e as dríades sorriem.

Vamos colorir os nossos sonhos
num arco-íris desejado
que aqui,
e só aqui podemos contemplar...

Deixa-me, enfim,
descansar a cabeça no teu peito
e adormecer contigo, até que outro sonho regresse...

- Ama-me até que a palavra amor se gaste
e não sejam necessárias mais palavras.

SLL

Sem comentários:

Publicar um comentário