quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Simplesmente Assim



Mãos que buscam no silêncio
lábios que se tocam, intermitentes...
sentidos que se ampliam e se projectam,
nos corpos orvalhados, incandescentes.

Olhos que vêem no escuro,
dedos se entrelaçam febrilmente.
laços que se envolvem, perduram...
corações que batem, permanentes.

Almas-afins, gémeas, irmãs
pulsando num mesmo diapasão,
dançando numa mesma melodia,
que envolve notas suaves de paixão.

Calma que invade os sentidos
enquanto que o amor flui livremente
e quando chega, por fim, o sorriso,
do céu chove doçura, suavemente....

SLL

Sem comentários:

Publicar um comentário