terça-feira, 29 de julho de 2014

Mulher



Sê, tu que podes Ser...
tudo aquilo que quiseres.
Abre as tuas mãos em prece,
escuta o vento que brinca com os teus cabelos
que beija os teus lábios...
brinca com ele,
persegue-o e esconde-te...
deixa que Ele te encontre
e entrega-te.
Sê tu, que podes Ser... Eterna
Invencível e Sagrada...
lê as tuas próprias páginas
escritas a negro em folhas rubras de paixão
ou rosa pálido, de doçura.
Saboreia as cores que vês e os aromas que sentes,
toca a tua imaginação.
Abre as tuas arcas e deixa sair o que está preso.
Quem sabe por quanto tempo...
mas Sê...
Sê tu, que podes ser...
Mulher!

SLL

Sem comentários:

Publicar um comentário